O Brasil importou 290,507,2 toneladas de milho não moído, exceto milho doce, adurante todo o mês de julho de 2022, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, por meio da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).         

Isso significa que, nos 21 dias úteis do mês, o país recebeu 101,29% a mais de tudo o que foi registrado na totalidade de julho de 2021 (144.316,6 toneladas). Sendo assim, a média diária de importação foi de 13.833,7 toneladas contra 6.559,8 do mesmo mês do ano passado, aumento de 110,9%.         

O sétimo mês de 2022 também representou elevação nos valores médios diários gastos que saíram de US$ 1,693 milhão em 2021 para US$ 3,048 milhões neste junho, crescimento de 80,1%.        

Por outro lado, os preços dispensados por tonelada importada, caíram 14,6% saindo de US$ 258,10 para US$ 220,40

Por: Guilherme Dorigatti

Fonte: Notícias Agrícolas