A área de trigo no Brasil na safra de 2022 deve ser a maior plantada desde o começo do Mercosul, em 1990.

Segundo a consultoria COGO Inteligência em Agronegócio, o aumento da área deve ser de 6%.

De acordo com o analista Carlos Cogo, o preço do cereal no mercado nacional e internacional acima de US$ 8 por bushel animou os produtores. “Os preços do trigo já estavam bons desde o fim de 2021. A tensão entre Rússia e Ucrânia aumentou ainda mais a expectativa por cotações mais elevadas”, diz.

A consultoria acredita que o Brasil pode dedicar até 3 milhões de hectares para o cereal na próxima safra. “O produtor está entusiasmado, especialmente por causa do excelente resultado do ano passado”, complementa.

A última vez que o país chegou próximo desta área foi no início dos anos de 1990, quando plantou 3,3 milhões de hectares, depois disso, a área foi caindo até alcançar 1 milhão de hectares em 1995.

“Ainda assim, temos muito espaço para crescer no mercado. O consumo nacional de trigo é 13 milhões de toneladas”, explica.

Fonte: Canal Rural