As recentes chuvas têm elevado a qualidade das frutas no cinturão citrícola de São Paulo, o que permite que os produtores possam elevar os preços dos produtos. Segundo dados do Cepea na semana passada, o preço da laranja pera teve valorização de 2,1% e a lima ácida tahiti teve uma alta de 16%.

“No ano passado tivemos problemas por conta da seca e da geada, mas as chuvas regularizaram e trouxeram um alento para a produção. O efeito foi positivo para as lavouras na pré-colheita e ainda irá favorecer a safra 2022/23”, avalia o diretor-executivo da Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR).

Fonte: Canal Rural