A produção brasileira de café proporcionou faturamento de R$ 40,12 bilhões em 2021.

O Valor Bruto da Produção (VBP) do café arábica, que atingiu R$ 30,78 bilhões, correspondeu a 76,7% do total. O café conilon, com receita estimada de R$ 9,34 bilhões, representou 23,3% desse faturamento.PUBLICIDADE

As informações são do Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café (CBP&D/Café), com base em dados da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura.

A cafeicultura participa, portanto, com aproximadamente 5,3% do faturamento total das lavouras brasileiras, que foi de R$ 756 bilhões, o que coloca o setor do café em quarto lugar no ranking do VBP.

Conforme o consórcio, o cálculo do faturamento bruto, especificamente para as lavouras, contempla 17 produtos agrícolas e considera os preços médios recebidos pelos produtores rurais.

Produção de café

A produção de café do Brasil em 2021, incluindo as duas espécies (arábica e conilon), registrou queda de 25,7% em relação ao ano passado e atingiu o equivalente a 46,87 milhões de sacas de 60 kg, que foram produzidas em uma área de 1,8 milhão de hectares.

A produção de café arábica foi responsável por 65,6% do total da produção brasileira com 30,73 milhões de sacas, número que representa uma diminuição de 37% se comparado com 2020. A produção de café conilon apresentou aumento de 12,8% em relação ao ano passado, atingindo 16,15 milhões de sacas, ou 34,4% de todo café produzido.

Fonte: Canal Rural