Os inspetores do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) chegaram ao Brasil na última semana de julho, e os primeiros embarques da manga ocorreram naquele mesmo período, ainda em pequenos volumes. A janela de envios brasileiros aos Estados Unidos ocorre apenas no segundo semestre, entre agosto e novembro, podendo se estender até o início de dezembro, como observado no ano passado.

As negociações com importadores se iniciaram no começo do ano, e boa parte dos contratos já está firmada. Embora a campanha tenha começado tímida, a previsão inicial é de que os volumes sejam semelhantes aos de 2020 (11 milhões de caixas de 4 kg, segundo o National Mango Board, recorde para este destino) – mas as expectativas são otimistas e não se descarta a possibilidade de envios superiores. Neste ano, duas novas empresas serão certificadas para exportar aos EUA, o que, por si só, pode elevar os embarques ao país estadunidense.

Fonte: HF Brasil