É tempo de colheita da noz-pecã no Rio Grande do Sul, que concentra 80% da produção da semente. E a expectativa é de que o Brasil tenha safra recorde este ano, com 5 mil de toneladas.

A nogueira-pecã, uma espécie nativa do sul dos Estados Unidos e do norte do México, adaptou-se bem ao clima do sul do Brasil.

Entre os meses de março a junho, a árvore dá frutos e, dentro deles, está a noz-pecã, que é a semente da árvore.

Fonte:  Globo Rural