O início deste mês foi marcado por elevação nos preços da cenoura em todo o território nacional, após um período de valores bastante baixos, em março. Nos primeiros dias de abril (1° a 09/04), a caixa de 29 kg de “suja” foi comercializada, na média, por R$ 17,50 nas principais regiões produtoras – São Gotardo (MG) e Cristalina (GO) – valor 33% maior na comparação com o mesmo período do mês anterior. Ainda assim, devido aos maiores custos da produção de verão, a rentabilidade do produto permanece restrita.

A valorização das raízes se deve à menor oferta disponível em MG e GO, uma vez que as cenouras mineiras vêm apresentando problemas fitossanitários (como “pinta”), decorrentes das chuvas que atingiram a região logo após a semeadura em dezembro, cenário que afetou a qualidade e aumentou os descartes nas lavouras.

Outro ponto a se destacar é que alguns produtores goianos reduziram o ritmo de colheita em abril, já que o mercado não estava absorvendo todo o volume disponível (decorrente da maior área colhida). Vale lembrar que, por conta desta maior oferta, os preços chegaram à média de R$ 6,75/cx na última semana de março (22 a 26/03), bastante abaixo dos custos de produção – estimados em R$ 20,00/cx.

Fonte: Cepea/Hortifruti