Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) divulgou seu boletim semanal com a atualização para as safras do Rio Grande do Sul. Segundo o levantamento, o plantio do milho já foi efetuado em 97% das lavouras do estado, enquanto 18% das áreas já foram colhidas.

Na safra anterior o plantio já estava em 100% até o dia 21 de janeiro, enquanto a média das safras entre 2016 e 2019 é de 100%. Já na colheita, 23% estavam finalizados na safra anterior e 17% na média dos últimos anos.

Quanto ao estágio das lavouras, 20% ainda estão em germinação ou descanso vegetativo, 15% em floração, 25% avançaram para enchimento de grãos e 22% chegaram à maturação.

“A colheita de milho no Rio Grande do Sul chegou a 18% da área implantada com a cultura. As condições climáticas de chuvas em todas as regiões beneficiaram as lavouras, que estão em diversas fases de desenvolvimento”, destaca o relatório.

No lado do mercado, a Emater aponta que o preço médio do milho aumentou novamente em relação a semana anterior e chegou em R$ 77,65 a saca.

Na região de Ijuí, o produto é comercializado a valores entre R$ 72,00 e R$ 78,00/sc. O preço para produto disponível em Cruz Alta é de R$ 87,00. Na regional de Santa Rosa, R$ 77,40. Na regional de Pelotas, R$ 85,00. Na de Erechim, R$ 79,00; na de Caxias do Sul, R$ 75,00; em Frederico Westphalen, R$ 77,00; na de Soledade, R$ 75,70; na região de Santa Maria, o valor médio de comercialização é de R$ 77,44; e na de Porto Alegre, R$ 77,00/sc.

Fonte:  Notícias Agrícolas