Grandes investimentos na mamocultura não são esperados para este ano, principalmente em termos de área plantada, que pode ser similar à do fim de 2020. Isso porque a limitada rentabilidade do último ano, juntamente com as incertezas econômicas e mercadológicas geradas pela pandemia, devem seguir deixando produtores receosos.

Nesse cenário, o volume produzido em 2021 pode até ser mais controlado, o que poderia sustentar as cotações. No entanto, há preocupações quanto às vendas, principalmente para hotéis e escolas, que podem novamente ser parcial ou totalmente fechados por conta da pandemia. Caso haja melhora na demanda e os preços se elevem, produtores podem se sentir estimulados a investir na cultura novamente.

Fonte:  Cepea/Hortifruti