A rentabilidade da safra 2019/20 de cebola (nov/19 a mai/20) do Sul foi positiva, devido aos preços mais altos, principalmente nos últimos meses da temporada. A oferta diminuiu a partir de fevereiro, e as cotações seguiram em patamares elevados até junho. As safras 2020 do Nordeste, Cerrado e de São Paulo também trouxeram bom retorno aos produtores.

A menor área plantada nessas regiões, por conta das chuvas durante o plantio e das incertezas atreladas à pandemia de covid-19, permitiu maiores preços. Assim, no geral, o retorno obtido pelos produtores das três regiões foi considerado satisfatório.

Fonte: hfbrasil.org.br