O mês de novembro seguiu com bons preços para a cultura da cenoura, proporcionando rentabilidade positiva ao produtor. Na média mensal, as raízes foram comercializadas a R$ 30,34/cx de 29 kg de “suja” nas principais praças produtoras – São Gotardo (MG) e Cristalina (GO) –, valor 52,7% maior quando comparado ao de outubro.

O bom patamar das cotações, em todo o território nacional, ainda se deve à oferta controlada das raízes, principalmente pela menor área plantada nesta safra de inverno e pela finalização das atividades por parte de alguns produtores. Considerando-se os resultados até novembro, a rentabilidade média desta temporada é considerada bastante positiva, com preços 85% acima dos custos de produção (estimados em R$ 13,00/cx de 29 kg).

Para as primeiras semanas de dezembro, as cotações podem se elevar, principalmente devido ao período de transição de safras – finalização da colheita de inverno e início, ainda lento, da de verão –, que pode limitar ainda mais o volume disponível.

Fonte: Cepea/Hortifruti