Na última semana (23 a 27/11), a disponibilidade limitada da banana nanica garantiu que as cotações subissem em todas as regiões acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea, mesmo no fim de mês. O destaque de valorização foi Norte de Santa Catarina, onde a variedade de primeira qualidade registou alta de 26% em comparação a semana anterior, fechando a R$ 1,92/kg. Nas demais regiões, preços maiores têm sido observados, sendo vendida por R$ 2,50/kg no máximo, mas a variação entre as semanas não foi tão grande.

Como reflexo desse cenário, as cotações da nanica também reagiram na Ceagesp. Mesmo que o movimento de vendas não estivesse tão legal por lá, segundo agentes, a baixa oferta garantiu que, o que entrou, saiu. Assim, os preços da variedade de primeiro padrão apresentaram alta de 11% no entreposto, sendo vendida na média de R$ 56,00/cx 22 kg. Para as próximas semanas, a nanica pode seguir com valores elevados, devido ao aumento de oferta da variedade estar previsto apenas para o próximo ano, e a boa demanda de início de mês.

Fonte: Cepea/Hortifruti