Mesmo com o retorno das chuvas em parte das regiões acompanhadas pelo Cepea na semana passada, apenas produtores com interesse em liberar áreas retomaram a colheita. Muitos desses agentes diminuíram as entregas em razão da menor rentabilidade, que tem sido cada vez mais afetada pelo rendimento de amido. Assim, essa menor oferta limitou as quedas nos valores do produto. Entre 26 e 30 de outubro, o valor médio nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 491,73 (R$ 0,8552 por grama de amido, na balança hidrostática de 5 kg), baixa de 1,7% frente à média do período anterior.

Fonte: Cepea